quarta-feira, 8 de junho de 2011

Historinha:

A BELA ADORMECIDA

NO PALÁCIO DO REI JUNTO À FLORESTA HAVIA RISOS, FLORES, ALEGRIA. QUEREM SABER A RAZÃO DESTA FESTA? POIS VOU CONTAR-LHE JÁ. NAQUELE DIA:

Rei: Como é linda a nossa filha! Você não acha querida?

Rainha: Sim. Jamais vi um bebê tão bonito em minha vida.

ERA DE FATO LINDA A PRINCESINHA. A PRIMEIRA A NASCER NESTE REINADO. E O REI MUITO FELIZ JUNTO A RAINHA SE PREPARAVA PARA O BATIZADO.

E NESTE INSTANTE UM CARRO SUNTUOSO PUXADO POR MILHARES DE ANDORINHAS SE APROXIMOU TRAZENDO MAJESTOSO AS FADAS QUE SERIAM AS MADRINHAS E JUNTO AO BERÇO ELAS FORAM CHEGANDO UMA PÓS OUTRA E CHEIAS DE ALEGRIA À CRIANÇA GENTIL FORAM LANÇADO COMO UM PRESENTE A SUA PROFECIA:

Fadas: Tu serás bela/ Serás graciosa/ Terás o encanto puro da rosa./ No teu sorriso/ no teu cantar/ E na candura do teu olhar./ Eu profetizo neste momento/ Nobre caráter, grande talento/ Eu te desejo por meu condão/ Que tenha sempre bom coração./ Quantas virtudes gentil princesa/ Serás perfeita pois, com certeza/ Cheia de encanto, graça e bondade/ Encontrarás a felicidade.

PORÉM NAQUELE INSTANTE DE ALEGRIA. UM RISO MAU SE OUVIU. DE QUEM SERIA?

Bruxa: Há! Há! Há! Há!

ERA A MALVADA BRUXA DA FLORESTA. QUE VIRIA FAZER NAQUELA FESTA?

Bruxa: Há! Há! Há! Há! Não esperavam por mim. É, já sei, não me convidaram. No entanto, eu vim, mesmo assim. Também vou dar meu presente a nossa gentil princesa.Mas, que foi que aconteceu? Assustei-os com certeza! Deixem me ver a criança no seu berço pequenino. Escuta linda menina vai ser este o teu destino: ao completar 15 anos. Não chores, não tenhas medo, na roda de fiar tu espetarás dedo. E nesse horrível momento, ouvi bem, linda criança, tu dormirás pra sempre. Há! Há! ..... Como é bom uma vingança!

E assim dizendo, a bruxa da floresta, saiu a passos lentos do salão. E no Palácio terminava a festa onde tudo era dor, desolação.

Rainha: Oh! Minha querida filhinha!

Rei: Minha doce princesinha.

E EM MEIO A CONFUSÃO QUE SE FORMOU. ENTRE AS MADRINHAS TRISTES REVOLTADAS. ALGUÉM CHEGOU. OH! VEJAM QUEM CHEGOU! A FADA AZUL, A RAINHA DAS FADAS.

Fada Azul: Cheguei tarde, infelizmente, toda a via há esperança para remediar o mal que a bruxa fez a criança. Não posso assim de repente esse encanto assim desfazer. Porém confiem, com o tempo nós havemos de vencer. Escuta linda menina, tu espetará o dedo numa roca de fiar, no entanto, não tenhas medo.

Adormecerás por longos anos/ Porém ouvi o que te digo/ Neste palácio/ Dormirão todos contigo / E assim permanecerão/ A dormir e a sonhar/ Até que um dia alguém virá te acordar.

E neste grande momento cheios de grande emoção/ todos aqui no palácio felizes despertarão / E assim gentil princesinha acordarás para sempre/ E a partir deste momento/ Serás feliz novamente.

E ASSIM DIZENDO A FADA SE AFASTOU DO PEQUENO BERÇO DA CRIANÇA. E NO PALÁCIO NINGUÉM MAIS CHOROU. HAVIA EM CADA UMA ESPERANÇA. E O TEMPO FOI PASSANDO DEVAGAR E A PRINCESINHA CHEIA DE ALEGRIA, TRANQÜILA SEM DE NADA SUSPEITAR. FOI CRESCENDO FELIZ. MAS, CERTO DIA:

Princesinha: Soprei as 15 velinhas.

Rei: Parabéns, minha filhinha!

Rainha: Ó querido, estou com medo! O dia por fim chegou da terrível profecia que a bruxa nos lançou.

Rei: Não fique preocupada. Eu tive muito cuidado. Já mandei queimar as rocas que havia neste reinado.

Princesinha: Mamão, já posso brincar com as meninas no jardim?

Rainha: Não. Filhinha, por favor, fique juntinha de mim.

Princesinha: Ora, deixa mamãezinha. Eu voltarei num instante.

Rainha: Está certo, mas venha logo e não vá muito distante.

E A PRINCESINHA ALEGRE SE AFASTOU NA DIREÇÃO DO PARQUE EM CORRERIA. PORÉM NESTE MOMENTO ELE ESCUTOU UMA VOZ A CANTAR. DE QUEM SERIA?

Bruxa: Lalari, lalari. lalari, lalarai....Girando, girando não paro de girar/ Trabalho cantando na roda de fiar/ A velha fiandeira trabalha sossegada/ A noite inteira na roda encantada. (bis). Lalari, lalari. lalari, lalarai....

Princesinha: Ué. Alguém está cantando uma bonita canção. E a voz parece-me vir lá debaixo do porão. Espere, vou ver quem é. Mas, preciso ter cuidado, se papai me encontra aqui vai ficar muito zangado. Vou andando devagar, quase não estou enxergando. Oh! Lá dentro há uma velhinha é ela quem está cantando. Que estará ela fazendo naquela roda a girar.

Bruxa: Ah! Entre linda menina! Quer aprender a fiar?

Princesinha: A fiar?! Mas o que é isso?

Bruxa: Ora é muito divertido. É... Veja é só mover o fuso e sai um belo tecido.

Princesinha: Que graça! Deixe-me ver. Posso aprender a fiar?

Bruxa: Como não! Pegue esses fios e sente-se no meu lugar. Agora segure o fuso assim... assim... assim.

Princesinha: Oooh!!

Bruxa: Eu sabia a princesa adormeceu. Era isto que eu queria.

E PRINCESA DORMIU SUAVEMENTE E NADA MAIS SE OUVIU EM TORNO DELA. POIS NO PALÁCIO SILENCIOSAMENTE A CORTE INTEIRA ADORMECEU COM ELA. E OS ANOS UM A UM FORAM PASSANDO DEIXANDO PARA TRÁS TUDO ESQUECIDO. ENQUANTO UM ESPINHEIRO IA CERCANDO OS MUROS DO PALÁCIO ADORMECIDO E NINGUÉM MAIS DALI SE APROXIMOU PORQUE DIZIA O POVO AMEDRONTADO: ALI ALGUMA COISA SE PASSOU E O CASTELO FICOU MAL-ASSOMBRADO. NO ENTANTO, CERTO DIA NA FLORESTA, DIA FELIZ, DE SONHOS DE QUIMERA A NATUREZA AMANHECEU EM FESTA POIS HAVIA CHEGADO A PRIMAVERA. E COM ELA FELIZ TAMBÉM CHEGOU UM PRÍNCIPE A CANTAR, JOVEM E BELO, QUE ALEGRE NA FLORESTA PENETROU E ASSIM APROXIMOU-SE DO CASTELO.

Príncipe: A cantar pelos bosques em flor/ Hei de achar o meu sonho de amor/ Na floresta a fugir da cidade/ Hei de achar a felicidade.

Oooh! Nem posso acreditar. Eu acho que estou perdido! Como vim parar aqui neste castelo escondido?! A floresta me encobriu. Não há caminhos também/. Entretanto vou chamar, quem sabe se vem alguém! Oh de casa. Abre-me a porta! Só o eco me respondeu. Todavia não importa. Vou penetrar no Castelo. Pronto, já saltei o muro. Agora é andar com cuidado que o caminho está escuro. Oh... Vejo uma luz azul! Que estará acontecendo? Surgiu assim de repente. Vejam, está se movendo. Ela vem ao meu encontro. Parece estar me guiando. Vou segui-la devagar. Mas, céus. Estarei sonhando! Que jovem maravilhosa! E parece estar sorrindo! Tranquilamente a sonhar. Oh! Como é bela dormindo!

E O PRÍNCIPE A TREMER SE APROXIMOU DA PRINCESINHA, ENFIM. E NUM DESEJO PURO DE AMOR. FELIZ DEPOSITOU EM SUA FACE UM AMOROSO BEIJO. E NESTE INSTANTE A JOVEM DESPERTAVA FELIZ E AINDA MAIS BELA. E NO PALÁCIO A VIDA RETORNAVA, POIS TODA A CORTE DESPERTOU COM ELA.

Princesinha: Quem é você? De onde vem? E o que faz aqui sorrindo?

Príncipe: Eu? Não sei! Vim por acaso, encontrei-a dormindo.

Princesinha: Oh! Agora estou lembrada. Hoje é dia de meus anos. A mamãe está me esperando. Prometi voltar depressa a visita no salão, no entanto, venha comigo. Vamos, dê-me sua mão.

E ASSIM FELIZES NUMA IGUAL AVENTURA. ELES SE FORAM CHEIOS DE ALEGRIA E UM GRANDE E UMA GRANDE TERNURA UNIU-OS PARA SEMPRE NESTE DIA.

Príncipe: Nesta linda manhã de primavera/ A mais bela talvez de minha vida/ como se fosse um sonho, uma quimera/ Eu encontrei a bela adormecida.

Princesinha: Quando você chegou sorrindo/ Cheio de ternura e bondade/ Eu sonhava dormindo/ Com a felicidade.

E NO PALÁCIO DO REI JUNTO À FLORESTA. NUNCA MAIS HOUVE MÁGOA, DESENGANOS, POIS TODA A CORTE DESPERTOU EM FESTA DAQUELE SONHO QUE DUROU CEM ANOS.

8 comentários:

  1. Obrigado, amo essa história! Eu a ouvia em vinil quando criança, e hoje tenho 28 anos. Queria poder escutar o disco novamente.

    ResponderExcluir
  2. Fadas: Primeira fada: Tu serás bela/ Serás graciosa/ Terás o encanto puro da rosa./ No teu sorriso/ no teu cantar/ E na candura do teu olhar./ Segunda fada: Eu profetizo neste momento/ Nobre caráter, grande talento/Terceira fada: Eu te desejo por meu condão/ Que tenha sempre bom coração./ Todas as fadas: Quantas virtudes gentil princesa/ Serás perfeita pois, com certeza/ Cheia de encanto, graça e bondade/ Encontrarás a felicidade.

    E eu achava que sabia fazer poesia. Belas palavras, com sentido profundo, e todas rimadas. Não são como poetas que escrevem coisas simples, com palavras complicadas para disfarçar a simplicidade. Magnifico!

    ResponderExcluir
  3. Você é incrível! haha Finalmente aprendi a cantar as músicas! Anos que eu não escuto isso! =D

    ResponderExcluir
  4. Tu serás bela, serás graciosa. Terás o encanto puro da rosa. No teu sorriso, no teu cantar, e na candura do teu olhar.

    Eu profetizo, neste momento, grande caráter, nobre talento.

    Eu te desejo por meu condão, que tenha sempre bom coração.

    Quantas virtudes, gentil princesa. Serás perfeita pois, com certeza. Cheia de encanto, graça e bondade, encontrarás a felicidade.

    ResponderExcluir
  5. Como você conseguiu escrever isso? Onde achou? Você que escreveu, ou tirou de algum lugar? Isso é muito antigo. É lindo!

    ResponderExcluir
  6. Quase choro lendo essa história!

    Adormecerás por longos anos/ Porém ouvi o que te digo/ Neste palácio/ Dormirão todos contigo / E assim permanecerão/ A dormir e a sonhar/ Até que um dia alguém virá te acordar.

    ResponderExcluir
  7. E NO PALÁCIO DO REI JUNTO À FLORESTA. NUNCA MAIS HOUVE MÁGOA, DESENGANOS, POIS TODA A CORTE DESPERTOU EM FESTA DAQUELE SONHO QUE DUROU CEM ANOS.

    Lágrimas estão saindo dos meus olhos agora. Obrigado, eu recuperei parte da minha personalidade, tendo lembranças que eu não tinha, já havia quase ou mais de 20 anos. Você é linda, na sua foto você parece uma princesa.

    Tu és bela, és graciosa. Tens o encanto puro da rosa. No teu sorriso, no teu cantar/,e na candura do teu olhar.

    =)

    ResponderExcluir